Please reload

Posts Recentes

SAÚDE DA MULHER - POR QUE AMAMENTAR?

August 10, 2017

1/2
Please reload

Posts Em Destaque

Histerossonografia

2 Feb 2016

 

A histerossonografia é um exame de ultrassom que dura em média 30 minutos em que é inserido através da vagina um pequeno cateter até ao útero para ser injetado uma solução fisiológica que vai facilitar ao médico a visualização do útero e a identificação de possíveis lesões, como miomas, endometriose ou pólipos, por exemplo.

A histerossonografia em 3D é realizada da mesma forma, no entanto, as imagens obtidas são em 3D, permitindo ao médico uma visualização mais real do útero e das possíveis lesões.

 

A histerossonografia dói?

A histerossonografia pode doer, podendo também causar desconforto e cólicas no momento do exame.

No entanto, este exame é bem tolerado e o médico pode recomendar algum medicamento analgésico ou anti-inflamatório antes e depois do exame.

É também possível que depois da histerossonografia ocorra irritação da vagina em pessoas com mucosas mais sensíveis, podendo evoluir para infecção e aumento do sangramento menstrual.

 

Como é feito o exame de histerossonografia?

O exame de histerossonografia é feito com a mulher em posição ginecológica, semelhante à coleta do exame de Papanicolau e de acordo com os seguintes passos:

  • Inserção de um espéculo esterilizado na vagina;

  • Limpeza do colo do útero com uma solução anti-séptica;

  • Introdução de um cateter até ao fundo do útero, como mostra a imagem;

  • Injeção de solução fisiológica estéril;

  • Remoção do espéculo;

  • Inserção do aparelho de ultrassom, o transdutor, na vagina que emite a imagem do útero no monitor, como mostra a imagem.

 

Em mulheres com o colo uterino dilatado ou incompetente também pode ser usado o cateter com balão, para prevenir que a solução fisiológica retroceda para a vagina.

 

O que indicam o exame de histerossonografia?

  • Suspeita ou identificação de lesões no útero, principalmente miomas que são pequenos tumores benignos que vão se desenvolvendo aos poucos e podem causar grandes hemorragias e consequentemente anemia;

  • Diferenciação de pólipos uterinos;

  • Investigação de sangramento uterino anormal;

  • Avaliação de mulheres com infertilidade inexplicada;

  • Abortos repetidos.

Este exame é indicado somente para as mulheres que já tiveram contatos íntimos e o período ideal para realizar o exame é na primeira quinzena do ciclo menstrual, quando já não estiver menstruada.

Contudo, a histerossonografia está contraindicada na gravidez ou em caso de suspeita da mesma e na presença de infecções vaginais.

 

Após a realização deste exame o médico ginecologista será capaz de indicar a melhor forma de tratamento para combater a lesão do útero identificada no exame.

 

Please reload

Siga
Procurar por tags