Gripe e pneumonia: entenda a relação entre as doenças


Muita gente não sabe, mas a gripe (influenza) predispõe à infecção por pneumococo, principal causa de pneumonia bacteriana.


O vírus da gripe ataca as estruturas que compõem o sistema respiratório, o que deixa a pessoa mais vulnerável a complicações.


Isso ocorre porque, ao inflamar as vias aéreas, a gripe compromete os sistemas de defesa e favorece a ação do pneumococo.

Esta bactéria é transmitida por meio de espirro, tosse e secreções da pessoa infectada. Muitas vezes, ela fica quietinha na região do nariz ou da orofaringe (parte da boca logo atrás da garganta), só esperando o momento oportuno de invadir o pulmão.


Aqueles que apresentam portadores de doença crônica, como a diabetes e aquelas que acometem o pulmão, o coração ou o sistema imune, costumam ficar ainda mais fragilizados pela ação do vírus da gripe.Nessas pessoas, a pneumonia também pode ser causada pelo próprio vírus da influenza, que sai das vias aéreas superiores e vai até os pulmões (pneumonia viral).


PREVENÇÃO Vacinação contra a GRIPE – Indicada anualmente para pessoas de todas as idades a partir dos 6 meses de vida. Gestantes, crianças menores de 2 anos e os maiores de 60 anos estão entre os grupos com maior risco de complicações pela gripe.


Vacinação contra a PNEUMONIA – Indicada para crianças, adultos com doenças crônicas e maiores de 60 anos.Estudos comprovam que a vacinação contra o vírus da influenza e contra o pneumococo reduzem em 63% o risco de hospitalização por pneumonia e em 81% o risco de óbito, na comparação com idosos que não receberam nenhuma das duas vacinas. (Fonte Vaccini)

#vacinação #gripe #vacinaçãomacapá #vacinaçãoamapá #h1n1 #pneumonia #gripeepneumonia #vaccinimacapá

Posts Em Destaque